Agrotóxicos ou Fome? Não é uma escolha Honesta nem Inteligente

Financiador: Green Action  Fund (Consumers International)

Período de execução: 01 de Agosto à 31 de Outubro de 2013

Orçamento: GBP 1.962,41 (249.696$51 ECV)

Público-Alvo e/ ou Beneficiários: Donas de casa, estudantes, professores, crianças, jovens, agricultores, fornecedores e importadores de produtos agrícolas, consumidores no geral

Objetivos:

  • Informar e educar consumidores sobre a qualidade dos produtos agrícolas;
  • Mobilizar crianças e jovens para disseminar informações sobre a qualidade dos produtos agrícolas;
  • Sensibilizar donas de casa a não comprar produtos agrícolas que não sejam ecológicos;
  • Influenciar agricultores locais e comerciantes;
  • Sensibilizar as autoridades para promover um melhor controlo da qualidade dos produtos agrícolas e a implementar lei e convenções internacionais.

Atividades: 1 conferência de imprensa; 18 exposições itinerantes e palestras em escolas (ensino básico, secundário, instituto superior de educação), praças públicas, praias e feiras nas ilhas de São Vicente, Santo Antão, Santiago e São Nicolau; 5 micro programas de televisão; 5 micro programas de rádio; 2 encontros com associações de agricultores; 3 encontros com importadores de produtos agrícolas; e advocacy and lobby junto do Ministro da Saúde, Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Presidente da Câmara Municipal de São Vicente, representantes da Agência de Regulação de produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA), representantes da FAO, de deputados nacionais e representantes de partidos políticos.

Impactos e resultados:

  • O tema agro-tóxicos passou a estar na comunicação social;
  • Consumidores, agricultores e importadores ficaram mais consciencializados com o assunto;
  • Agricultores locais reconheceram os problemas que os agro-tóxicos causam à saúde pública e ao ambiente e prometeram mais cuidado no uso destes produtos e respeito ao seu prazo de validade;
  • Estudantes e professores mais sensibilizados para o problema de agro-tóxicos;
  • Comerciantes e importadores reconheceram a importância de ter fornecedores sérios;
  • As autoridades reconhecem que ainda há uma fraca supervisão dos produtos agrícolas devido à falta de recursos disponíveis e também expressaram a preocupação com a situação dos agro-tóxicos, comprometendo-se a criar formas eficazes de combater esse flagelo.

×